Recreio nas Férias

Que delícia poder participar das  férias das crianças trabalhando!
Quando a gente faz o que gosta férias é sempre motivo para mais trabalho, uhuuu!
E nós, do Grupo Parampará, estamos com a agenda assim no Recreio nas Férias:







O vaso de porcelana

O Grande Mestre e o Guardião dividiam a administração de um Mosteiro budista. Certo dia o Guardião morreu e foi necessário substituí-lo. O Grande Mestre reuniu todos os discípulos para escolher quem teria a honra de trabalhar diretamente a seu lado.
– Lembrem-se – disse o Grande Mestre – que a função do Guardião é manter a união e o amor entre todos os membros da nossa comunidade. Por isso, apresento-lhes um problema. Aquele que primeiro o resolver será o novo Guardião do Templo.
Terminado seu curto discurso, colocou um banquinho no meio da sala e sobre ele um vaso de porcelana caríssimo, com uma rosa vermelha que o adornava.
– Este é o problema – disse o Grande Mestre. – Resolvam-no!
Os discípulos contemplaram perplexos o “problema”. Viram os desenhos sofisticados e raros da porcelana, a fragrância e beleza da flor… Que representava aquilo?… O que fazer?… Qual seria o enigma? Passou o tempo sem que ninguém acertasse o que fazer a não ser ficar olhando para o “problema”. Finalmente um dos discípulos levantou-se, olhou para o Mestre e para os demais alunos, caminhou decidido até o vaso e o jogou no chão, quebrando-o em mil pedaços.
– Finalmente alguém conseguiu!!! – exclamou o Grande Mestre. – Começava a duvidar da formação que lhes demos em todos estes anos. Você é o novo Guardião.
Quando o aluno voltou ao seu lugar, o Grande Mestre explicou:
– Eu fui bem claro: disse que vocês estavam diante de um “problema”. Não importa o belo e fascinante que seja um problema: deve ser eliminado. 

A Bic e a Mont Blanc

Ambas escrevem
Uma é praticamente sinônimo de categoria e você encontra quase em qualquer esquina (porque hoje em dia as pessoas nem escrevem mais, teclam)
A outra é  sinônimo de estilo (apesar das falsificações)
Ambas cumprem a mesma função: registrar uma ideia, comunicar.
Uma custa R$ 3,00 a outra pode custar R$ 13.000,00 ou mais....
Qual a diferença?
Uma é comum
A outra conta uma história.



O poder das narrativas e o pré conceito.

Impressionante como algumas marcas conseguem compreender o cerne da questão e prendem sua atenção até o final com uma narrativa já construída em sua cabeça. E mais! Elas te surpreendem no final e você se emociona.
Triste é que parece que o vídeo saiu do ar e o mais curioso é que lembramos da história mas não lembramos da marca, então, já que não tem vídeo, permitam-me contar a história:
Uma moça negra jovem e bonita começa a narrar: "Minha mãe sempre me orientou a estudar, sempre disse que já que éramos pobres, o único jeito para sair daquela situação era estudando.... e eu estudei.
Minha mãe também sempre cuidou das crianças (e aparece a cena da mãe negra sendo babá em uma casa de uma mulher muito rica). O tempo foi passando e eu achei que tudo fosse mudar, mas não mudou, eu continuo fazendo o que minha mãe fazia, cuidando de crianças (abre a cena, foco na mulher negra jovem cuidando de crianças e parece que ela é babá em uma casa, mas não, ela é a médica pediatra!
Incrível. Surpreendente. A história emociona e te deixa de queixo caído, mas não lembro a marca!
Enfim, isso é só para comprovar o poder das narrativas.


Virada Cultural com Grupo Parampará

Domingo, 19.05.19, às 12h em ponto tem história em cordel legal para dedeu, com uma menina que tem olhos do céu. Grátis! Para crianças de 0 a 100 anos.


Histórias em Cordel no Itaú Cultural

Hoje, dia 05.05.19 tem histórias em cordel no Itau Cultural. É de graça e é uma graça.
Tem músicas, adivinhas, cantigas e uma história muito divertida.

Serviço: Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149, São Paulo-SP - 12h - Grátis, Livre.

Sobre a importância da pausa

Muitas vezes nos vemos atropelados por uma infinidade de trabalho e esquecemos de dar um tempo para o descanso. A justificativa é que "não dá para perder tempo" ou de que "o tempo é curto" ou então "tempo é dinheiro". Tudo isso é verdade, mas também existe a máxima: "Se você não encontra um tempo para você, seu corpo encontra! E esse tempo o que é? A doença! Portanto, cuide-se.
 Isso me fez lembrar uma história: "Ouvidos atentos, corações abertos e pensamentos quietos"
Certa vez, um velho lenhador, conhecido por sempre vencer os torneios que participava, foi desafiado por um outro lenhador jovem e forte para uma disputa. A competição chamou a atenção de todos os moradores da localidade. Muitos acreditavam que finalmente o velho perderia a condição de campeão dos lenhadores, em função da grande vantagem física do jovem desafiante.
 
No dia marcado, os dois competidores começaram a disputa, na qual o jovem se entregou com grande energia e convicto de que seria o novo campeão. De tempos em tempos olhava para o velho e, às vezes, percebia que ele estava sentado. Pensou que o adversário estava velho demais para a disputa, e continuou cortando lenha com todo vigor.
Ao final do prazo estipulado para a competição, foram medir a produtividade dos dois lenhadores e pasmem! O velho vencera novamente, por larga margem, aquele jovem e forte lenhador.
Intrigado, o moço questionou o velho:
- Não entendo, muitas das vezes quando eu olhei para o senhor, durante a competição, notei que estava sentando, descansando, e, no entanto, conseguiu cortar muito mais lenha do que eu, como pode!!
- Engano seu! Disse o velho. Quando você me via sentado, na verdade, eu estava amolando meu machado. E percebi que você usava muita força e obtinha pouco resultado.

Sobre as narrativas....

"Uma história contada de forma diferente tem o poder de gerar uma realidade diferente"

Conte com a gente para transformar sua ideia. Adoramos criar e reinventar!!