O velho, a criança e o burro

Abaixo, um belo conto da tradição oral que traz uma bela mensagem para começar o novo ano! A próxima história circulou por várias culturas, a Índia foi provavelmente o berço. Na cidade de Ahmedabad vivia um menino com seu avô. Certa manhã, ambos decidiram levar o único animal, de sua pequena fazenda para um mercado do outro lado da cidade. A venda do burro ajudaria a comprar sementes para a próxima estação. Os dois comeram e beberam, vestiram- se com roupas limpas e escovaram o burro. Depois de todas as tarefas domesticas realizadas, cada um se posicionou de um lado do animal, e começaram a andar. No meio da cidade, um grupo de jovens, gargalhando, gritou em direção aos dois: - Que imbecis! Eles têm um burro e não o usam! Pelo menos o velho podia montá- lo! Ao ouvir os jovens, o velho decidiu montar o animal. Agora o neto puxava o burro pelas rédeas! Alguns instantes depois, um grupo de mulheres indignadas gritou em direção aos dois: - Que falta de vergonha na cara! um senhor de idade montando no lombo do burro e uma pobre criança andando a pé! Ao ouvir as mulheres, o avô decidiu trocar de lugar com o neto. Agora era ele quem puxava as rédeas do animal. Minutos depois, um grupo de trabalhadores gritou em direção aos dois: - O mundo acabou! Que absurdo! Os mais novos não respeitam os mais velhos! Onde já se viu tal cena, um menino deixar um ancião andando a pé! Ao ouvir os homens, os dois decidiram compartilhar o lombo do burro. Quando eles estavam quase chegando ao mercado, alguns comerciantes vociferaram: - Vocês não têm coração! Coitado do pobre animal! O peso dos dois vai acabar quebrando o lombo do burro! Ao ouvir os comerciantes, os dois saltaram do lombo do burro, entreolharam- se e resolveram carregar o animal nos próprios ombros. Assim que entraram no mercado, todos os que lá estavam começaram a rir daquela cena inusitada. Alguns gritaram: - Que idiotas! Têm um burro e, em vez de montá- lo, carregam- no nas costas! Ao ouvir tais comentários, o avô e o neto ficaram sem saber o que fazer e, sem perceber uma pedra no meio do caminho, tropeçaram e deixaram o burro cair no chão. Os dois se agacharam e viram que o animal estava morto. O mestre indiano que contou essa história disse ao seu final, - Não fique o tempo todo ouvindo a opinião dos outros, pois você poderá acabar morrendo como o burro. Ouça, em primeiro lugar, a voz do seu coração.

Nenhum comentário: