Histórias para grupos religiosos

Contar histórias realmente é surpreendente.
Hoje, dia 21.01.18, é a primeira vez que conto histórias numa organização religiosa.
Dezembro do ano passado foi mês de contar histórias de renovação de votos de casamento e agora estamos com essa demanda para falar para grupos religiosos.
Estou amando tudo isso!
A história  a ser compartilhada será a parábola do semeador.
Segue aqui embaixo para vocês relembrarem esse belo conto.
E depois compartilho as experiências!

Um semeador, como fazia todos os dias, saiu de casa e se dirigiu ao seu campo para nele semear os grãos de trigo que possuía, honrando a Deus com seu trabalho honesto.Começou a semeadura. Enquanto lançava as sementes ao campo, algumas caíram no caminho, na pequena estrada que ficava no meio da seara. Você sabe que os passarinhos costumam acompanhár os semeadores ao campo, para comer as sementes que caem ao chão? Pois, isso aconteceu em nossa histó­ria. Alguns grãos caíram à beira da estrada, e os passarinhos, rápidos, desceram e os comeram.O semeador, porém, continuou semeando. Outras sementes caíram num lugar pedregoso. Havia ali muitas pedras e pouca terra. As sementes nasceram logo naquele solo, que não era profundo. O trigo cresceu depressa, mas, vindo o sol forte, foi quei­mado; e como suas raízes não cresceram por causa das pedras, murchou e morreu.Outros grãos caíram num pedaço do campo onde havia muitos espinheiros. Quando o trigo cresceu, foi sufocado pelos espinhos e também morreu.Uma última parte das sementes caiu numa terra boa e preparada, longe dos pedregulhos e das sarças.E o trigo ali semeado deu uma colheita farta. Cada grão produziu outros cem, outros sessenta ou outros trinta... 



Nenhum comentário: