Israel e as histórias ou sobre o que fazer na quarentena

Não sei explicar porque sou fã de Israel, talvez seja por se tratar de um país que preze muito pela família e ame a literatura, talvez....
E por falar em literatura, frente à pandemia de coronavírus, nunca presenciamos tantas ações e reações diversas. Algumas dessas reações e ações nos chocam,  mostram egoísmo e frieza, outras aquecem o nosso coração e nos enchem de ternura.
Independente de julgamento político, achei o máximo o presidente Reuven Rivlin de Israel utilizar de histórias infantis para ter um contato mais leve com a sua população enquanto a acalma e mostra que a fantasia e a cultura são grandes armas para nos manter com esperança no futuro, apesar do isolamento.
Segundo ele “os pais merecem uma folga.”, pois estão preocupados e sobrecarregados com a nova realidade, pois estar com as crianças é cansativo e desafiante, ahaaa!
Olha que legal uma das histórias narradas:

Nenhum comentário: